09/12/2010

Presentes que Deus não quer num Natal que os homens fizeram




Disseram-me que o Natal deu à luz o direito de nascer: 
Mas eu vejo tantos que dão às trevas o direito de matar.

Disseram-me que o Natal era uma Criança. 
Mas eu vejo que, para muitos, é um velho: O Pai Natal dos brinquedos.

Disseram-me que o Natal fez Aliança entre dois mundos:
o mundo de Deus e o mundo dos homens. Mas eu vejo , ao meu lado, um "Terceiro Mundo", sem Deus e quase sem homens.

Disseram-me que o Natal era a festa da Família. 
Mas eu vejo tantas pessoas sem família e tantas sem Natal.


Disseram-me que o Natal era a Paz entre os homens de boa vontade. 
Mas eu vejo que da boa vontade apenas resta:
"Se queres a Paz prepara a Guerra".


Disseram-me que o Natal era o dia mais feliz das Crianças.
Mas eu vejo pessoas a odiarem-se no dia de Natal. 

Disseram-me que o Natal era o dia da Fraternidade Universal.
Mas eu vejo pessoas a odiarem-se no dia de Natal.
Disseram-me que o Natal proibiu o Sol de se apagar. 
Mas eu vejo homens que proibem a Noite de Amanhecer.
 
Texto de Manuel Rito Dias- "In Livro da Vida"
Desejo a todos um Feliz Natal
Ana David

Sem comentários:

Enviar um comentário