08/10/2011

Os descendentes de Jesus

A figura de Jesus sempre foi o centro de disputas entre as religiões do mundo. Contrariando as teorias que a igreja sempre fez passar, estudiosos dos Evangelhos afirmam que a sua vida terrena foi igual à de qualquer outro ser humano, que foi casado com Maria Madalena e que ainda hoje existe a sua descendência.


A Linhagem do sangue real dos Merovígios
Há quem considere absurda a crença de que Jesus teve filhos com Maria Madalena, que mais tarde se cruzaram com a dinastia dos reis merovígios franceses, tornando-se progenitores de diversas famílias reais. A Linhagem merovíngia remete-se a Jesus e a seus descendentes, ou seja, a Maria Madalena e aos seus filhos que ela concebeu. Essa linhagem foi ameaçada pela Igreja Católica, e essa verdade precisou ser escondida. O Priorado de Sião foi designado para proteger a informação a respeito dessa linhagem Os chamados "evangelhos gnósticos" aparentemente mostram que Jesus era muito repetidamente carinhoso com Maria Madalena, beijando-a em determinadas partes do corpo a ponto de irritar os discípulos.
O nome gnóstico significa sabedoria ou conhecimento e deriva do grego gnosis.
"Os anos secretos" da vida de Jesus Cristo, estão segundo os estudiosos, guardados nos Evangelhos, cuja divulgação nunca foi permitida. Jesus era da tribo de Judá e da casa real de Davi. Madalena teria levado o cálice "o sangreal" para França.No século VIII  havia, no Sul de França, um potentado da tribo de Judá e da casa real de Davi, considerado rei dos Judeus. Mas ele não era só um judeu praticante mas também merovíngio.  Ele e sua família foram associados ao cálice sagrado.
Os entendidos em arte provaram que, por exemplo, muitas das famosas Virgens Negras ou Madonas Negras do início da era cristã eram ícones de Maria Madalena e não da Virgem ... e retratam uma mãe com o filho ao colo. Por volta de 1100, os descendentes de Jesus teriam atingido proeminência na Europa. Conheciam sua própria genealogia e os seus ancestrais, mas não eram capazes de os provar ao mundo. Circulou a ideia de que os sacerdotes judeus responsáveis pelo templo nos anos 70 , antes da destruição do templo possam ter escondido o corpo de Jesus e outros dados relevantes, como certidões de nascimento e casamento e outros dados.

Os Evangelhos Apócrifos
Os Evangelhos Apócrifos são os que são considerados falsos, aqueles que a igreja , ao mandar imprimir a primeira Bíblia não reconheceu como sendo inspirados por Deus. Actualmente existem só 4 evangelhos na Bíblia: Mateus, Marcos, Lucas e João. Estes 4 evangelhos são considerados canónicos, sendo a sua autenticidade reconhecida pela igreja. Segundo os historiadores, aquilo que conhecemos sobre Jesus poderia ser bem diferente se os Evangelhos Apócrifos fossem aceites. Grande parte dos Evangelhos Apócrifos foram encontrados em 1947 em cavernas do Mar Morto, acabando a sua tradução em 2002, sem que nada que pudesse tornar-se bombástico fosse traduzido.Outros textosOs Evangelhos apócrifos foram encontrados em 1945 na região de Nag Hammadi, Egipto, ao todo 52 rolos com informações, sendo que o mais famoso é o Evangelho de Tomé que contém 114 falas ditadas por Jesus Cristo.As várias tradições apócrifas sobre a vida de Maria, José e Jesus revelam que um outro personagem recebe destaque especial: trata-se de Maria Madalena. Quem foi esta mulher prostituta, ou a mulher amada de Jesus? as vozes da tradição sobre ela e a sua relação afectiva com Jesus são fortes. Segundo os evangelhos canónicos e apócrifos Maria Madalena não era prostituta. A ligação errónea das passagens evangélicas que falam de Maria Madalena como a prostituta que ungiu os pés de Jesus é que fez dela uma prostituta. Os evangelhos apócrifos procuram mostrar que Maria Madalena era um modelo de gnóstica, apóstola de Jesus e sua companheira. E, que o gesto de de "perfumar os pés" estava relacionado com uma ligação marital. Esse amor entre Jesus e Madalena é retratado como um amor poético, misto de paixão e ressurreição. Segundo os apócrifos, foi Maria quem viu e conversou com Jesus ressuscitado, no sepulcro. Por seu lado, José, esposo de Maria, nos evangelhos apócrifos, terá ajudado a educar Jesus, que é apresentado como uma criança rebelde, que brinca com outras crianças e desobedece aos pais.

Sem comentários:

Enviar um comentário